10 tendências de Consumo para 2021

por | fev 9, 2021 | Pequenos negócios, Tendências

A Euromonitor International divulga todo ano um relatório de tendências de consumo que é super importante para orientar marcas e empresas em todo o mundo em suas estratégias de produto e comunicação. 

Estar por dentro das tendências é algo super importante para pequenos negócios também, ou seja, isso não vale apenas para grandes empresas! É preciso entender como aproveitar os movimentos e oportunidades do mercado para aplicar melhorias e novidades em seu negócio.

As 10 principais tendências globais de Consumo para 2021, segundo o relatório, são: 

1. Reconstruir Melhor

Para os consumidores, as empresas devem colaborar para a criação de um mundo mais sustentável, promovendo a mudança de uma economia baseada em volume para uma baseada em valor, contribuindo para a solução da desigualdade social e dos danos ambientais. 

69% dos profissionais esperam que os consumidores se importem mais com a sustentabilidade do que antes da COVID-19. 

Os consumidores ficarão mais atentos às questões sociais e ambientais, recompensando as empresas que investirem seus lucros em ações positivas no pós-pandemia. Adotar iniciativas focadas na responsabilidade e no propósito é uma forma de Reconstruir Melhor e obter resultados positivos no tripé da sustentabilidade: pessoas, planeta e lucros.

Como se adequar a essa tendência? 

Atue com responsabilidade e comunique isso aos seus clientes e seguidores. Adote medidas de proteção e comunique os seus valores. Se sua empresa se importa com questões ambientais, políticas e sociais é muito importante que isso esteja bem informado em todos os seus canais: redes, site e até mesmo nas embalagens.

2. Desejo por Conveniência

Os consumidores têm o Desejo por Conveniência do mundo pré-pandemia, pois sentem falta das facilidades que passavam despercebidas antes do abalo causado pela pandemia.

Estima-se que, como os gastos dos consumidores diminuirão, acompanhando a crise econômica, a conveniência terá um grande peso nas decisões de compra. Os consumidores terão o Desejo por Conveniência e escolherão empresas tragam mais facilidade, que priorizem a segurança e entreguem boas experiências de compra, tanto nos canais online quanto nos canais offline.

Como se adequar a essa tendência? 

Pense na experiência do seu cliente e procure torná-la o mais simples e livre de obstáculos o possível. Hoje é fácil encomendar ou contratar seus produtos e serviços? É preciso entregar facilidade e qualidade. Invista num bom canal de atendimento e vendas, para que você consiga vender seus produtos de forma rápida e tranquila.

3. Oásis ao Ar Livre

Diante das restrições e dos riscos sanitários, os consumidores procuram cada vez mais um Oásis ao Ar Livre para fins recreativos. Alguns já pensam em sair das cidades populosas para morar em zonas rurais. Muitas empresas adotaram medidas sanitárias estritas e começaram a realizar eventos ao ar livre para que os consumidores se sentissem mais seguros e à vontade fora de casa.

Como o trabalho remoto está se transformando no novo normal, sair da cidade para passar um tempo no campo é uma ideia interessante e considerar essa mudança de comportamento é essencial para se adaptar.

Como se adequar a essa tendência? 

Ao invés de vender um produto é possível vender um kit que contenha uma proposta lúdica, como por exemplo a de um picnic, ou de pinturas ao ar livre para fazer com as crianças. No caso de espaços físicos, vale aproveitar o limite das calçadas com mesinhas e cadeiras para acomodar os clientes de forma mais segura.

4.Realidade Figital (Física + Digital)

A Realidade Figital é um modelo híbrido formado pelos mundos físico e virtual, em que os consumidores podem viver, trabalhar, fazer compras e se divertir, fisicamente e online. Estas ferramentas digitais viabilizaram a Realidade Figital, que mantém os consumidores conectados virtualmente ao mundo exterior apesar da distância física. 

Como se adequar a essa tendência? 

Sistemas de reservas, códigos QR para menus, pagamentos sem contato, entregas rápidas e provadores virtuais são algumas das estratégias que as empresas vêm implementando para minimizar as interações humanas. As empresas que oferecerem experiências seguras e incríveis através de vários métodos e plataformas atrairão clientes fiéis. 

5.Otimizando o Tempo

Hoje, os consumidores podem e precisam ser mais criativos com a distribuição do tempo para dar conta de tudo. As marcas devem propor soluções que atendam ao desejo do consumidor de otimizar seu tempo, oferecendo uma maior flexibilidade, especialmente com relação a produtos e serviços acessíveis a partir da casa do cliente ou nas proximidades.

Como se adequar a essa tendência? 

Produtos e serviços que podem ser contratos e consumidos a qualquer momento são um grande destaque nessa tendência. Facilidades como a compra em 1-click, atendimento 24h também podem se tornar vantagens. 

6.Inquietos e Rebeldes

Nos últimos anos, a classe governante se tornou alvo de ataques cada vez mais intensos em meio a uma onda crescente de ressentimento e extremismo. O relatório aponta que 29% dos consumidores participam ativamente de movimentos políticos e sociais em 2020. Os consumidores estão fartos. Desconfiar dos líderes agora é a regra. Há um ceticismo muito forte com relação aos governos e à política, o que estimula os Inquietos e Rebeldes. 

A desconfiança generalizada com relação à mídia e ao conteúdo da internet indica que as empresas têm a chance e a obrigação de orientar seu marketing para o combate à desinformação. 

Como se adequar a essa tendência? 

Sua marca pode ser um canal de informação e conscientização para o seu público, reforçando a confiança dele no seu trabalho.É possível pensar realizar ações de marketing (sempre conscientes e criteriosas) nas redes sociais, dando espaço aos consumidores e pressionando as plataformas a combaterem a desinformação. 

7. Obsessão por Segurança

A Obsessão por Segurança é o novo movimento pelo bem-estar. O medo do contágio e a circulação de informações sobre questões de saúde aumentam a demanda por produtos de higiene e estimulam os consumidores a buscarem soluções que não requerem contato físico a fim de evitar a exposição. 

Como se adequar a essa tendência? 

Vale implementar inovações e medidas estritas de segurança voltadas para aliviar as preocupações dos consumidores. Comunique seus cuidados com as encomendas, produtos e serviços. Crie materiais como posts, flyers e vídeos que mostrem ao público que você dá prioridade à saúde e segurança dele.

8. Abalados e Reflexivos

Mais de 70% dos profissionais acreditam que o maior foco nos estilos de vida terão um peso muito forte no pós-pandemia. 

As rápidas mudanças que ocorreram em 2020 deixarão cicatrizes marcantes. A pandemia global reformulou o cotidiano, testando a resiliência psicológica das pessoas, limitando suas experiências e provocando choques econômicos. Os consumidores agora têm uma nova compreensão sobre si mesmos e seu lugar no mundo na busca por uma vida mais plena, equilibrada e melhor. 

Como se adequar a essa tendência? 

Haverá uma grande demanda por produtos e experiências baseadas em autoaperfeiçoamento, desenvolvimento de habilidades, equilíbrio e resiliência financeira mesmo com o fim da pandemia. Investir na criação desse tipo de produto dentro do seu nicho ou até mesmo reforçar o acolhimento na sua comunicação pode ser uma grande oportunidade.

9. A Ordem é Pechinchar

Os consumidores estão cautelosos e moderados. Os gastos com supérfluos estão diminuindo devido às incertezas no cenário econômico. A Ordem é Pechinchar e priorizar produtos e serviços de valor agregado e alinhados às medidas sanitárias vigentes.

Como se adequar a essa tendência? 

O consumidor está buscando oportunidades e criá-las é o nosso dever como empreendedores.

10. Novos Espaços de Trabalho

A tendência dos Novos Espaços de Trabalho teve um grande impacto na vida dos consumidores, influenciando vestuário, gastos com tecnologia, hábitos alimentares e muito mais. Os consumidores estão em busca de novas alternativas para definir o início e o m da jornada de trabalho, à medida que tentam controlar o cronograma.

Como se adequar a essa tendência? 

As marcas devem apoiar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Ao compreender os benefícios e desafios do trabalho remoto, é possível criar produtos e serviços que tragam facilidades para que as pessoas se sintam mais confortáveis e motivadas no homeoffice. Isso pode ir desde um material de escritório até um serviço de consultoria de carreira.

É importante dizer que nem todas as tendências citadas acima podem fazer sentido para o seu negócio e não há problema nenhum nisso. A ideia é que você pense em como aproveitar as oportunidades que algumas delas podem trazer para que você melhore a experiência do seu cliente e até crie novos produtos e serviços a partir da percepção dessas novas necessidades. 

Comenta aí e conta pra gente o que achou e envia esse artigo para pessoas que podem o achar útil. Ajude a espalhar informação e conhecimento gratuito para todos 🙂

Você pode fazer o download do relatório completo gratuitamente no site da Euromonitor International, clicando aqui. 

Artigo escrito por: Isabella Bonfitto

Artigo escrito por: Isabella Bonfitto

9 de fevereiro de 2021

Fundadora da Rede Pivo e Gerente de Comunicação e Marketing, é apaixonada por pequenos negócios, suas possibilidades e potencialidades. Educadora, designer e comunicadora com formação em Artes Visuais e Especialização em Marketing pela USP.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossos produtos

Consultoria

 

Check-up curso online

Você também vai gostar de ler 👇 

Nenhum resultado encontrado

A página que você solicitou não foi encontrada. Tente refinar sua pesquisa, ou use a navegação acima para localizar a postagem.